logo_express.jpg

Edição 26 – 12 de abril de 2011_

Embrapa firma convênio com o IPEF
para projetos de florestas para energia

A forte relação entre setor florestal universidades e instituições de pesquisa gerou, no Brasil, o maior acervo de germoplasma mundial de Eucalyptus, e vem desenvolvendo tecnologias silviculturais reconhecidas nacional e internacionalmente. Por isso a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa firmou com o IPEF um convênio de cooperação técnica com o objetivo de estruturar, nas diversas regiões do país, populações de espécies florestais para oferta de germoplasma com tecnologias silviculturais apropriadas e necessárias à expansão de plantios de florestas para a produção de biomassa em quantidade e qualidade apropriadas para uso energético.

No projeto, que foi intitulado “Formação da Base Silvicultural para expansão de Plantios Florestais necessários à Matriz de Agroenergia Brasileira”, o IPEF irá colaborar para a realização de atividades técnico-científicas como a instalação de experimentos de adubação e de produção de madeira para energia em sistemas silvipastoris, implantação de populações de espécies puras e híbridos de eucaliptos, estabelecer novas parcerias com o objetivo de incorporar áreas de plantio selecionadas ao sistema de produção de sementes e contribuir na divulgação e disponibilização das informações técnicas e resultados gerados pelo Projeto.

silvipastoril.jpg
Sistema silvipastoril adotado no sul do Brasil

Além disso, enquanto o IPEF se encarrega da definição das áreas a serem utilizadas para obtenção de sementes e da implantação de teste clonal de eucalipto no estado de São Paulo, a Embrapa se encarrega das mesmas atividades na região Sul do país e a SIF/UFV no estado de Minas Gerais.

Com essas alternativas, se espera no curto e médio prazo dispor de sementes de qualidade para atender as necessidades de estabelecimento de novos plantios comerciais. No longo prazo, além da oferta de sementes de qualidade superior, o banco de germoplasma será a base para o desenvolvimento de clonagem e de hibridação entre espécies, o que permitirá a estruturação da produção de sementes para a expansão dos plantios florestais para energia em vários biomas e gerar materiais para plantios clonais. Permitirá ainda, expandir os plantios florestais, em bases sustentáveis, para empresas, pequenos e médios produtores, reduzir a pressão sobre os recursos naturais e promover trabalho, emprego e renda.

Publicado exclusivamente via eletrônica, o IPEF Express não possui periodicidade definida e visa agilizar a divulgação de notas e informações da Diretoria, Coordenadorias do IPEF, seus Programas Cooperativos e atividades correlatas.


Acompanhe as ações do IPEF no Twitter

Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
http://www.ipef.br - ipef@ipef.br
Copyright 2009 IPEF. Reprodução permitida desde que citada a fonte.