logo_express.jpg

Edição 54 – 02 de outubro de 2012_

Treinamento e capacitação de
multiplicadores chega ao fim

Foram seis módulos, realizados de abril a setembro, com a presença total de 51 participantes, provenientes de 24 empresas, buscando proporcionar a oportunidade de desenvolver métodos e modelos que permitam trabalhar com diversos temas centrais como a integração do diagnóstico social da empresa, a construção de um projeto de responsabilidade social, entre outros.

Realizado pelo IPEF em parceria com o Instituto Brasileiro para Desenvolvimento de Gestão Empresarial Sustentável (IDGES), o último módulo do treinamento ocorreu no hotel Quatro Estações, em Indaiatuba (SP), e teve como principal foco a comunicação sustentável, com palestra de Luiz Brandão, e o diagnóstico sócio econômico em comunidades, com palestras e dinâmica coordenadas por Giuseppina Quirós (IDGES).

Os participantes deste treinamento ressaltaram a importância dos módulos, que atingiram resultados únicos para o setor florestal, e sobre a grande interação dos participantes. Para Narcisio Luiz Loss, da Fibria, “o curso atendeu as expectativas de todos, o conteúdo passado em todos os módulos será muito útil no dia a dia, junto as comunidades em que atuamos, aprimorando o nosso trabalho de engajamento das pessoas e destas comunidades”. Izaías Fernandes dos Santos, da Plantar, reforça que “o curso trouxe um grande ganho no ponto de vista de conhecimento, de troca de experiência, para aprofundarmos nessa visão de fazer social enquanto empresa, para pensar o mundo numa responsabilidade social e empresarial em todos os níveis, de forma a perpetuar esta ideia de sustentabilidade”.

IMG_8647.jpg
Participantes do último módulo do treinamento

A importância do curso para as empresas foi ressaltada por Alexander Vervuurt (IDGES), já que “este foi um momento único ao juntar todo este grupo para começar a falar de uma maneira séria e contínua sobre desenvolvimento sustentável e social, sendo a pedra fundamental de um trabalho que esperamos que não termine nunca. Esperamos que um dia a relação das empresas com a sociedade funcione de uma forma que não se necessite mais de especialistas em desenvolvimento sustentável e social, mas hoje ainda é preciso. Nosso papel (do IDGES) foi o de trazer ferramentas para as empresas cumprirem este objetivo”. Já para Francisco Nogueira (IDGES) “foi o primeiro programa que o IDGES fez deste tamanho, e nós enquanto Instituto, aprendemos muito com este processo, e o IPEF foi um grande aliado neste aprendizado. Temos tudo para continuar e ampliar nossos horizontes, ajudando as pessoas que trabalham com sustentabilidade no Brasil”.

O treinamento trouxe uma forte contribuição no fortalecimento da temática social dentro das atividades implantadas pelo programa, a fim de contribuir com as empresas florestais no entendimento e cumprimento de requisitos sociais dentro da certificação florestal, o que se mostra cada vez mais evidente e necessário à gestão das florestas. Foi uma grande oportunidade para o programa contribuir com a capacitação dos profissionais que atuam com responsabilidade social nas empresas”, finaliza Luciana Rocha Antunes, coordenadora do Programa Cooperativo em Certificação Florestal (PCCF).

Mais informações sobre o PCCF podem ser obtidas na página do programa, em http://www.ipef.br/pccf/

Publicado exclusivamente via eletrônica, o IPEF Express não possui periodicidade definida e visa agilizar a divulgação de notas e informações da Diretoria, Coordenadorias do IPEF, seus Programas Cooperativos e atividades correlatas.


Acompanhe as ações do IPEF no Twitter

Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
http://www.ipef.br - ipef@ipef.br
Copyright 2009 IPEF. Reprodução permitida desde que citada a fonte.